UNIMED - Sergipe
z
04 de Agosto de 2020

Acolhimento, inovação e segurança ao beneficiário em isolamento domiciliar

TELEMONITORAMENTO (1).png

TELEMONITORAMENTO (9).png

TELEMONITORAMENTO (3).png

TELEMONITORAMENTO (4).png

TELEMONITORAMENTO (2).png

 
Telemonitoramento da Unimed Sergipe comemora mais de 2.900 vidas curadas da COVID-19
 
O cuidado com a saúde dos beneficiários é prioridade na Unimed Sergipe. Com a crise ocasionada pelo novo coronavírus, a operadora de saúde se reinventou para melhor atender o seu público. Preocupada com a segurança dos pacientes, o telemonitoramento dos pacientes COVID-19 foi implantado para ampliar o alcance do acolhimento aos infectados.
 
Com uma equipe formada por médicos, enfermeiros, psicóloga e suporte de outras especialidades, o telemonitoramento faz o acompanhamento dos beneficiários encaminhados para isolamento domiciliar após receberem o diagnóstico positivo para COVID-19.  Ao longo dos dias de quarentena, o paciente recebe diariamente ligações para um acompanhamento mais próximo.
 
Durante o telemonitoramento, ele recebe orientações para uma recuperação plena e amparada nos protocolos de tratamento do novo coronavírus. O suporte da equipe multidisciplinar é muito importante e faz a diferença na vida das pessoas atendidas. Desde que os atendimentos foram iniciados, mais de 2900 pessoas receberam alta. 
 
 “Fazemos o monitoramento do quadro clínico dos pacientes, principalmente, com orientações de como se comportar em casa para evitar a contaminação dos familiares. Além do acompanhamento evolutivo de melhora ou agravo dos sintomas. Assim, identificamos situações que demandam uma nova avaliação médica ou tratamento na unidade de Síndrome Gripal com a maior brevidade possível”, explica a médica responsável pelo telemonitoramento Dra. Luciana Guimarães.
 
Ainda de acordo com a médica, o telemonitoramento oferece um tratamento seguro e eficaz, além de uma avaliação contínua sem que o paciente precise retornar para o atendimento presencial. “Em casos de ampliação do período de quarentena, a equipe médica do telemonitoramento fará o complemento do atestado e o documento será enviado por e-mail para evitar uma exposição do infectado e dos familiares a um ambiente de risco”, esclarece a médica.
 
BENEFÍCIOS
 
O protocolo de atendimento via telemonitoramento é composto pelo acompanhamento clínico dos pacientes, com intervenções no momento apropriado e uma observação atenta dos sintomas. O telemonitoramento tem um importante papel de suporte para esse paciente que está em isolamento domiciliar, pois minimiza o sentimento de solidão que o isolamento provoca.
 
“Cada paciente é acompanhado por uma enfermeira de referência ao longo do tratamento para que um vínculo de confiança e proximidade seja desenvolvido”, declara a médica. O profissional de enfermagem acompanha a evolução e orienta todos os cuidados que o paciente precisa: o uso correto das medicações, recomendações de cuidado e indicação de acolhimento terapêutico se necessário.
 
A Joelma Couto foi uma das pacientes atendidas e revela que as ligações da equipe eram reconfortantes. “O isolamento é muito triste, pois ficamos muito tempo sozinhos e com dores em todo o corpo. A equipe sempre entrava em contato com palavras de apoio e esperança, o que ajudou muito na minha recuperação”, conta.
 
ATENDIMENTO PERSONALIZADO
 
A triagem dos pacientes é realizada de forma integrada entre as áreas de telemonitoramento, diagnóstico e unidade de síndrome gripal: a medida que os resultados são liberados, a equipe entra em contato com os pacientes positivados em 24h.
 
Com ligações realizadas diariamente de segunda a sábado, a equipe de enfermagem em telemonitoramento entra em contato.  A depender da complexidade de cada caso, o atendimento é programado. “Em caso de pacientes de alto risco ou que apresentam comorbidade, a equipe de enfermagem entra em contato a cada 24h. Já os pacientes de baixo risco, jovens e sem comorbidades, o monitoramento é realizado a cada 48h”, explica Dra. Luciana Guimarães.
 
A Maria Aparecida expressou a sua gratidão pelo cuidado da equipe com ela e seu marido. O casal esteve isolado por 14 dias juntos e a atenção assistencial foi fundamental para o sucesso no tratamento. “Todos os dias a equipe do telemonitoramento entrava em contato. Estou muito satisfeita e grata pelo compromisso, dedicação e carinho que tiveram conosco”, disse.
 
PÓS-COVID
Além do acompanhamento dos pacientes COVID-19 em isolamento domiciliar, a equipe do telemonitoramento segue em observação dos pacientes que estiveram em internação hospitalar. O tratamento pós-COVID é realizado entre 07 e 14 dias para uma melhor readaptação da rotina e dos cuidados.
 
O telemonitoramento é uma das medidas que compõem a rede de cuidado assistencial para os pacientes que necessitem de tratamento da doença. É mais uma ação segura e amparada nos protocolos estabelecidos pelos órgãos de saúde do Plano de Enfrentamento da Unimed Sergipe diante da pandemia, centrado, sempre, na melhor qualidade de atendimento ao beneficiário.