UNIMED - Sergipe
07 de Abril de 2021

No Dia Mundial da Saúde, Unimed Sergipe reafirma compromisso com beneficiários

É comum escutar a frase que diz que ‘a saúde é o nosso bem mais precioso’. Diante do grave cenário mundial, provocada pela pandemia de Covid-19, ter com quem contar para garantir integralmente o cuidado com a sua saúde torna-se ainda mais importante. Para isso, a Unimed Sergipe reafirma cada vez mais o compromisso com seus beneficiários, através de investimentos que aumentam a oferta de serviços, a humanização dos atendimentos e a excelência de seus colaboradores.
 
Nesta quarta-feira, 7 de abril, se comemora o Dia Mundial da Saúde, data criada pela OMS (Organização Mundial da Saúde). A Organização, desde 1946, define saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade. 

20201114112132_5fafd9dc3efd1.png

“A Unimed, como cooperativa médica, tem adotado uma série de medidas, sobretudo durante a pandemia. Não podemos deixar de investir em ações preventivas e de promoção da saúde, e também no campo da medicina, do ponto de vista da medicina secundária e terciária. Para tal, dispomos do Núcleo de Atenção Integral à Saúde, o Nais, que fornece aos nossos clientes ações de prevenção e promoção da saúde, ações estas que serão ampliadas em breve, com o retorno do serviço de medicina preventiva”, afirma Dr. Alvimar Rodrigues Moura, diretor administrativo-financeiro da Unimed Sergipe.
alvimar.png

Se adaptando ao atual momento da pandemia, a Unimed continua realizando esforços para seguir com todos os atendimentos aos seus usuários. Exemplo disso são os investimentos em teleconsultas, direcionadas ao plano Unimed Pleno, e também o telemonitoramento, que acompanha via telefone a evolução dos pacientes após as consultas, incluindo os que testaram positivo para a Covid-19. 
 
“Também no campo das ações, que vão além dessas de atenção básica, estamos nos estruturando cada vez mais e, ao longo deste ano, teremos importantes ampliações na nossa área de diagnóstico, com a implantação de um novo Centro de Diagnóstico e de uma ação mais focada na saúde da mulher. Além de toda estrutura que hoje já dispomos no nosso hospital, que está em constante ampliação. Neste momento, passamos por uma etapa com a instalação de 15 novos leitos e, ainda este ano, nossa capacidade geral de recursos será o dobro da que já temos hoje. Traremos o melhor da tecnologia na área de imagem, de exames de cardiologia, dotando a nossa estrutura de uma capacidade cada vez maior de acolher os nossos usuários”, destaca Dr. Alvimar.
 
Pandemia
 
Mais uma vez, o Dia Mundial da Saúde é comemorado em meio a uma das mais graves crises sanitárias vividas pela humanidade: a pandemia do novo Coronavírus. Em um momento em que o Brasil enfrenta uma segunda onda de contágios e mortes, a Unimed Sergipe não mede esforços para se adaptar a atual realidade.
 
“Desde a primeira onda da pandemia no ano passado, buscamos nos estruturar e não tem faltado recursos humanos, estamos ampliando a estrutura, a nossa capacidade de recepção de pacientes. Temos fluxo segregado especifico para o paciente com Covid-19. Essa é uma realidade que procuramos nos aperfeiçoar desde a primeira onda: o paciente com suspeita de Covid, uma vez confirmada a doença, ele tem um fluxo totalmente distinto dos demais pacientes dentro da estrutura do hospital”, garante Dr. Alvimar.
 
Ampliando o número de leitos de enfermaria e de UTI, buscando suprir a demanda crescente de pacientes com Covid-19, a Unimed Sergipe se tornou referência no combate à doença em todo o estado no que também diz respeito à testagem.
 
“Fomos o único plano de saúde local que investiu em biologia molecular. Nós mesmos fazemos os testes de Covid dos nossos pacientes. Tudo isso num esforço monumental voltado para a saúde dos nossos clientes. Então, neste dia em que se comemora o Dia Mundial da Saúde, o nosso compromisso de investir na saúde dos nossos clientes é renovado. E a mensagem mais importante que podemos deixar neste dia é pedindo para todos se cuidarem, para usar máscara, para evitar aglomerações, para higienizar as mãos e entender a necessidade de se respeitar este inimigo invisível, que é o Coronavírus”, salienta.