UNIMED - Sergipe
12 de Abril de 2021

Clientes da Unimed Sergipe demonstram gratidão pelo atendimento e acolhimento

Quando o administrador Ronaldo Carvalho passa em frente ao Hospital Unimed, ele imediatamente recorda do atendimento que recebeu ali. “Penso que foi aqui que recuperei minha saúde, foi esse local que me deu a oportunidade de viver novamente e as pessoas que estão aqui são grandes profissionais, são pessoas agindo para o bem”, recorda. Por complicações decorrentes da Covid-19, Ronaldo precisou ir para a UTI e agradece pelo cuidado que recebeu.

Atender todos os pacientes de forma humana e acolhedora faz com que o serviço da Unimed Sergipe ganhe cada vez mais destaque na área da Saúde no Estado. Quem precisa de atendimento, seja no Hospital ou em outra unidade da Cooperativa, reconhece que o atendimento faz toda a diferença no processo de tratamento e recuperação.
 

ronaldo.png


“O que me deixou muito satisfeito foi a questão da humanização, desde os atendimentos iniciais até a minha alta. Quando estava na UTI, pude perceber que toda a assistência que foi dada nesse momento, o mais difícil da minha vida, foi muito importante. Deu para perceber que a humanização do atendimento, a preocupação do resultado da entrega de cada colaborador foi de enorme valia, principalmente a interação com os familiares. Pontuo como um atendimento muito satisfatório, da mesma forma com liberação de exames, com a facilidade de atendimento, rapidez na entrega de tudo que foi requisitado. As pessoas que fizeram parte deste ciclo que eu passei lá, contribuíram para a minha recuperação. Sou eternamente grato”, pontua Ronaldo.


O administrador não é o único que se sente grato ao atendimento recebido. A comerciante Maria Paula Macedo Rocha também encontrou, quando precisou, segurança e tranquilidade. Prestes a fazer um exame delicado, ela encontrou em uma enfermeira da Unimed Sergipe, uma companheira com quem pode contar.
 
paula.png


“Fui atendida pela enfermeira Joelma, que foi de uma delicadeza, de uma recepção humana fora de série. Além de fazer o trabalho dela, teve aquele momento de me explicar sobre o procedimento e me deixar muito mais segura para poder fazer esse exame. Ela me deixou tão confiante na equipe, tão segura. Neste momento, acredito que temos que elogiar sim as pessoas que são boas, principalmente quem está na área da saúde, que estão dando o máximo de si. Me senti na obrigação de ir até uma rede social da Unimed para fazer um comentário em relação a enfermeira Joelma”, conta Maria Paula.

A artista plástica Mônica Mambrini Schneider, junto com os irmãos Esther e Moisés, fizeram questão de enviar seus agradecimentos aos profissionais do Hospital Unimed. Em fevereiro deste ano, o pai deles esteve em tratamento na unidade, porém, não resistiu. Mesmo assim, a família encontrou uma forma de agradecer a equipe, enviando um cartão de gratidão e telas pintadas pela própria Mônica.
 
monica.png


“Agradecemos o carinho e atenção dispensada de todos os colaboradores, assistente social, fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos, especialistas de todas as áreas de exames clínicos, laboratoriais, UTI, equipes de apoio e, em especial, os médicos. Apesar do nosso pai não tem resistido, continuamos com a nossa missão de cuidar da nossa mãe e, apesar de toda dor, fomos muito bem atendidos”, revela Mônica Schneider.

A contadora Mayanna Cardoso é cliente da Unimed Sergipe desde 2013. Ela conta que, sempre que precisa de atendimento, encontra facilidade e praticidade. “Sou satisfeita com os médicos que eu e minha família vamos com frequência. Existem algumas áreas específicas que quando preciso, ligo para a central e eles gentilmente me sinalizam o médico. No dia 31 de março deste ano, precisei ir para a urgência pediátrica com minha filha, serviço que graças a Deus ainda não tinha usado, e a minha experiência foi ótima, desde a recepção até os médicos, enfermeiros muito atenciosos e seguindo todos os protocolos precisos. Minha filha de apenas 2 anos e 8 meses foi muito bem atendida e eu como mãe fiquei muito feliz e satisfeita com o atendimento e cuidado”, conta Mayanna.
 
mayanna.png


A coordenadora de alimentos e bebidas, Andreza Machado teve o pai internado com Covid-19 por sete dias no Hospital Unimed. Durante o período, Andreza conta que se surpreendeu com o atendimento humanizado que, tanto seu pai quanto sua família, receberam. “O que eles fizeram por mim e por minha família no momento em que meu pai estava internado foi fundamental para que a gente conseguisse passar por aquele período. Quando se tem uma situação de pandemia, com grande volume de pacientes, a gente acha que as pessoas acabam ficando céticas, perdem o olhar o humano com o próximo, mas me surpreendi de forma positiva com as pessoas que estão ali. Uma das coisas que mais me tocou o coração foi a humanidade de cada profissional desse, que não são insensíveis com a dor do próximo. Eles salvaram a vida do meu pai”, conta Andreza.

“Lutaram de um jeito que eu não tenho palavras para agradecer pelo que fizeram. O que define aqueles que estão na linha de frente, além de dizer que são excelentes profissionais, é o lado humano, como eles se importam com o próximo, como tratam cada vida como única. O corpo técnico da Unimed é muito especial, desde o pessoal da limpeza até os médicos. Este é o diferencial da Unimed. Que bom que temos este plano, que bom que foram essas pessoas que cuidaram do meu pai e que acabaram cuidando de mim também, pois me sentia abraçada toda vez que ia ao hospital saber como meu pai estava”, completa Andreza.
 
andreza.png


Para a coordenadora de atendimento e hotelaria do Hospital Unimed, Suzel de Souza Santos Almeida, as equipes enxergam no paciente muito além da doença que ele apresenta. “Isso é algo que sempre repetimos e é o que, de fato, acreditamos, que ali não é apenas um paciente, é o amor da vida de alguém. É o pai, o marido, o filho de alguém. E nós estamos aqui para devolver a essa pessoa à sua vida, à família, aos seus projetos e sonhos”, revela Suzel.

Além de humanizar o atendimento aos clientes, Suzel também acredita que o paciente que busca atendimento nas unidades da Unimed Sergipe consegue enxergar no profissional que está lhe atendendo, um ser humano. “Quando médico, o enfermeiro, o técnico, o copeiro ou qualquer outro profissional chega para um atendimento, apesar da máscara, dos Equipamentos de Proteção Individual, o paciente enxerga que ali também há um ser humano. Pessoas que investem em conhecimentos técnico-científicos, que discutem diariamente cada caso, que enfrentam os desafios de uma doença nova. O que o nosso cliente enxerga e avalia como resultado deste trabalho é esse empenho da equipe, esse esforço que a Unimed Sergipe tem feito, não só agora na pandemia, mas ao longo dos anos, somando esforços para melhorar a saúde dos nossos pacientes e devolvê-los à sua vida”, complementa Suzel.