UNIMED - Sergipe
23 de Abril de 2021

“Transformamos a saúde e a vida dos nossos pacientes através da Nutrição”

 
Nutricionista revela o segredo do sucesso das comidas servidas no Hospital Unimed   

POST_08.png

 
Com carinho e responsabilidade, Ludmilla Muterle construiu um cardápio que deixa os pacientes do Hospital Unimed com água na boa, como também com saudades após a alta. A nutricionista chefe da unidade hospitalar é especialista em Nutrição Clínica e Terapia Nutricional, e atua há 14 anos na cooperativa médica. Na entrevista do Sou do Time desta sexta-feira, 23, Ludmilla compartilha sobre como desconstruiu o mito da alimentação hospitalar. Confira:
 
UNIMED SERGIPE: Alimentação hospitalar é um mito. O que teria a dizer a respeito do que a maioria fala a respeito?  
LUDMILLA MUTERLE: Realmente rotulam a alimentação hospitalar como sendo pouco atrativa e saborosa, isso se deve principalmente por não poder conter grandes quantidades de sal, açúcar e gordura que realçam o sabor dos alimentos satisfazendo o paladar, mas isso não quer dizer que as dietas hospitalares não possam ser saborosas e nutritivas. Outra causa desta percepção negativa sobre a comida é que devido ao tratamento ou à própria doença, muitos pacientes apresentam alteração do apetite, paladar e olfato comprometendo ainda mais a aceitação da dieta.
 
US: O serviço de alimentação do Hospital da Unimed tem sido elogiado. A que se deve? Conte um pouco o que tem de diferencial.  
LM: É muito gratificante esse retorno sobre a experiência dos nossos clientes, mas o nosso desafio é diário. Acredito que o nosso diferencial é o envolvimento de todos num processo que vai muito além de alimentar, buscamos levar bem-estar e saúde através de uma refeição de qualidade, saborosa e nutritiva. O papel de toda equipe é fundamental, desde a elaboração dos cardápios pela nutricionista de produção, que deve atender as necessidades clinico-nutricionais dos pacientes para garantir nutrientes que contribuam para sua recuperação devido ao papel co-terapêutico da dieta no tratamento; como também as técnicas de nutrição que acolhem na admissão os nossos pacientes fazendo as anamneses alimentares e a partir daí os nutricionistas clínicos realizam as avaliações nutricionais e adequam as preferências alimentares às condições e necessidades individuais o que permite uma maior adesão do paciente à dietoterapia e o maior sucesso na evolução do seu estado nutricional. Não podendo deixar de mencionar as cozinheiras, que são responsáveis por todo preparo dos cardápios e, diante das restrições de nutrientes necessárias nas dietas, usam muito da criatividade para agregar sabor aos alimentos de forma saudável e boa qualidade; e as copeiras que fazem o atendimento nos leitos, levando o produto final, com qualidade, boa apresentação e a segurança alimentar que merecem.  
 
US: Você está na linha de frente no combate à pandemia. O que te chama mais atenção?  
LM: A importância de cada um no processo de cuidado. Ninguém é melhor que ninguém. Se nós profissionais da saúde já nos sentíamos importantes nesse processo para restabelecimento da saúde do próximo, agora só temos que nos orgulhar ainda mais, sem distinção de função todos que atuam em ambiente hospitalar tem sido guerreiros, e mesmo quando a própria vida se colocou em jogo enfrentamos o medo, a angústia e incertezas pela grande missão que temos.  

US: O Hospital da Unimed tem sido referência em várias áreas, inclusive nesta, é um orgulho fazer parte do time?  
LM: Orgulho imenso! O nosso serviço tem acompanhado o crescimento do Hospital, e a cada dia temos buscado melhorias para continuar transformando a saúde e a vida dos nossos clientes através da Nutrição.