UNIMED - Sergipe
26 de Maio de 2021

Equipe do SAD da Unimed Sergipe realiza momento de reflexão antes da jornada diária de trabalho

png.png

Diante do atual cenário, causado pela pandemia do novo coronavírus, o ambiente de trabalho dos profissionais da saúde se tornou ainda mais tenso. Em meio a tantas perdas e adoecimentos, não só pacientes, mas de todos os profissionais que trabalham na linha de frente de combate ao vírus causador da covid-19 passaram a se sentir mais sobrecarregados, física e emocionalmente.

Foi vivenciando essa realidade, diariamente, que duas enfermeiras e uma assistente social do Serviço de Assistência Domiciliar (SAD) da Unimed Sergipe tiveram a ideia de criar no setor o momento de oração. Iniciado há cerca de dois meses, a atividade reúne colaboradores, enfermeiros e assistentes sociais do SAD todas as manhãs, antes de começar o expediente de trabalho, para um momento de reflexão e leitura da bíblia. 

“A idéia surgiu entre mim, a assistente social e outra enfermeira. Visualizando um clima muito pesado no ambiente, pessoas muito abaladas emocionalmente, em decorrência da pandemia, a pressão do trabalho que está ficando muito alta, achamos importante fazer um momento de oração antes de iniciarmos o nosso dia de trabalho. Fazemos um convite informal, por mensagem, no grupo do serviço, o grupo operacional, e aí a gente convida os colaboradores a participar do momento”, explica a enfermeira Tâmisa Fontes, idealizadora da ação ao lado da assistente social Renata Almeida e da enfermeira Cíntia Rocha.

De acordo com a enfermeira Tâmisa, a reunião acontece por um período que varia de 20 a 25 minutos, iniciando-se por volta das 7h15 da manhã. Ela conta também que sempre que possível, além das reflexões, o momento é acompanhado de música. 

“Esse momento de oração acontece todas as manhãs, onde a gente faz a leitura da palavra da bíblia, na liturgia do dia. Depois de ouvirmos a palavra, os colaboradores colocam sua reflexão, a gente reza o pai nosso e depois canta um louvor. Quando possível, nós sempre temos um colega que canta, voz e violão, e também faz reflexão, que é o gerente dos motoristas do SAD”, detalha a idealizadora da ação. 

Além de reunir a equipe do SAD, Tâmisa também costuma ser uma das ministrantes, acompanhada de outra enfermeira e uma assistente social. Ela reforça que, desde que foi iniciado, o momento de oração acontece sempre, independente da quantidade de pessoas participando.

“Podem ter duas, três pessoas, ou podem ter dez, mas o momento é realizado. Está sendo um momento muito necessário para o fortalecimento da nossa fé. Temos vivido muitos testemunhos de pessoas que participaram dos momentos de oração. Toda semana temos alguém para orar, alguém que pede oração e a gente sempre alcança. Tem sido um momento muito gratificante e cada vez mais intenso”, relata a enfermeira.