UNIMED - Sergipe
15 de Junho de 2021

Na luta contra a Covid-19 há um ano, Unimed Sergipe montou o primeiro laboratório particular para realização de exames RT-PCR

porta do laboratorio.png

Com agilidade e precisão, em um trabalho de extrema importância, a Unimed Sergipe conta com um laboratório de biologia molecular para a detecção da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Para acompanhar a crescente demanda, a cooperativa médica foi pioneira, sendo a primeira instituição particular do estado a implantar um espaço para elaboração de exames moleculares – RT PCR – para confirmação da doença.

Garantindo não só a redução do processo para realização do exame, já que assim não é mais necessário enviar o material para outro laboratório, a cooperativa levou para dentro de suas instalações o aparelho que faz a leitura do RT - PCR, com uma tecnologia biomolecular de altíssima precisão no diagnóstico da Covid-19, superior aos exames imunológicos. Nele identifica-se um pedacinho do RNA mensageiro do vírus. 
barreto marcio.png

kelly gouveia.png

“Além de termos isso dentro das nossas instalações, a gente consegue um tempo muito curto para o diagnóstico. Os nossos pacientes e os nossos beneficiários, conseguem fazer o exame com a certeza de ter ou não a doença. Quando estão no grupo de cura, nós fazemos o acompanhamento desse grupo, via telemedicina. A incorporação desse exame nos deixou completamente livres da dependência de terceiros. Quando o Brasil todo, Aracaju inteira, às vezes tem que mandar para outros laboratórios, nós temos a completa independência. Isso nos dá muita segurança e rapidez para a avaliação dos nossos clientes”, afirma o diretor de negócios da Unimed Sergipe, Dr. Márcio Barreto.

A necessidade de montar um setor de biologia molecular especificamente para exames de Covid surgiu quando foi notado que o laboratório central do estado, o laboratório de referência,  não estava conseguindo dar conta da demanda excessiva de exames, que elevou-se instantaneamente. Com isso, o cliente Unimed Sergipe estava sofrendo com essa morosidade na liberação dos resultados, devido a demanda excessiva

“Na época, percebemos que tinha o Lacen, com a responsabilidade de atender a demanda de todos, até mesmo particulares, e os nossos clientes Unimed em meio a isso tudo. Começamos a investigar, pesquisamos, treinamos colaboradores, contratamos. Em 15 dias nós estruturamos a sala específica para esse setor, compramos equipamentos necessários para tudo isso, já tínhamos insumos disponíveis e montamos toda essa logística. Validamos o setor de biologia molecular, junto ao Lacen, que foi até o nosso laboratório e realizou toda a validação. Tivemos a implantação de controle de qualidade. Todos esses processos ocorreram em apenas três semanas”, conta a coordenadora do Centro de Diagnósticos, Kelly Gouveia.

Inicialmente, segundo a coordenadora, o trabalho era realizado de domingo a domingo. “Iniciávamos o dia, mas não sabíamos o momento que iríamos finalizar, no intuito de trazer para o cliente Unimed esse conforto e ter esse resultado liberado e diagnosticado em tempo hábil. Tudo isso propiciou que a Unimed fosse pioneira na implantação de um setor de biologia molecular no estado de Sergipe e o único plano de saúde que disponibiliza esse serviço para os seus usuários”, diz Kelly.

Toda essa estrutura contribui também para a segurança dos clientes Unimed, oferecendo um diagnóstico mais rápido e preciso, já que gera uma expectativa de um tratamento mais ágil, prático, com resultado positivo, sem correr tanto risco de um agravamento da doença. 

“O diagnóstico precoce realmente é vital e muito importante. Além disso, a implantação de um posto exclusivo de coleta para isso também ajuda nesse processo, para minimizar o cruzamento de áreas e possíveis infecções e contaminações. O setor de biologia molecular também serve de suporte para outro hospital do nosso estado que necessite dessa realização em clientes Unimed atendidos fora”, pontua a coordenadora de diagnósticos. 

Até o momento, o laboratório da Unimed Sergipe já realizou mais de 25 mil exames de RT - PCR para Covid-19. Atualmente, o cliente tem um prazo de três dias para receber o resultado. Entretanto, a meta é entregar e disponibilizar ao cliente o resultado em até 24 horas.

A equipe

Para a implantação desse setor, foi montada uma equipe mista. De equipe para a biologia molecular há pessoas que realizam a produção dos kits de coleta, pois os kits de coleta do laboratório Unimed são produzidos pelo próprio laboratório, então há pessoas qualificadas para tal. Tudo isso é controlado e cumpre todas as normas sanitárias.  

O setor possui pessoas que realizam a coleta, nesse posto de coleta exclusivo. “Nós temos pessoas desde a entrada, na portaria, para controlar o acesso dos pacientes, até pessoas qualificadas para atender esse cliente na recepção; duas pessoas exclusivas para coleta desse material biológico, além de outras pessoas treinadas, que coletam esse material na nossa urgência do Hospital Unimed, assim como o setor de internamento. Temos as pessoas do laboratório que fazem o transporte desse material, sempre controlado, com temperatura adequada. Essas pessoas recolhem e levam também todo o material para esses postos de coleta e para o Hospital, essas pessoas recolhem amostra, controlam amostras, triam e entregam ao setor de biologia molecular”, detalha Kelly Gouveia.

Atualmente, o setor de biologia molecular possui equipe exclusiva, médicos especializados na área de biologia molecular. Além desses, o laboratório conta com pessoas que estão diretamente ligadas a realização desses exames, que são aquelas que controlam todos os dados estatísticos, a notificação da Secretaria Municipal da Saúde, assim como o controle de todos os dados relacionados à Covid. 

“É todo um trabalho, muito bem organizado e estruturado e que garante o diagnóstico precoce, a segurança do cliente em ter a disponibilidade de realizar este exame e toda a tranquilidade do próprio plano de saúde, em saber que está cumprindo com seu papel social”, finaliza a coordenadora.