UNIMED - Sergipe
13 de Junho de 2022

Junho Vermelho: colaboradores da Unimed Sergipe fazem doação de sangue e cadastro para doação de medula óssea

Colaboradores unimed.png

Uma verdadeira corrente do bem com o intuito de salvar vidas. Na última sexta-feira, 10, colaboradores da Unimed Sergipe se uniram à campanha Junho Vermelho e participaram de um mutirão de doação de sangue no Hemocentro de Sergipe (Hemose). Esta é mais uma ação da Unimed Sergipe, que ano após ano, segue incentivando o ato voluntário entre seu time de colaboradores.

No total, 11 colaboradores da operadora de saúde participaram da ação, que é promovida pela Assessoria de Sustentabilidade. Intitulada 'Movimento Vermelho', neste ano, a ação aconteceu em parceria com o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GAAC/SE).

"Essa soma é muito importante para nós, que temos pacientes oncológicos e em tratamento para anemia falciforme que precisam muito da doação de sangue.  Ficamos muito felizes e agradecidos em poder contar com a Unimed nesse ato de amor ao próximo", agradece a enfermeira do GAAC, Noélia Andrade.
André Luiz Cardoso.png

No próximo dia 14 de junho é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue e os hemocentros de todo o país se unem na campanha de conscientização para a importância do ato. Além da doação de sangue também foram realizados cadastros para doadores de medula óssea.

"Para a gente é muito importante essa parceria com a Unimed Sergipe, que não é de agora e nos dá uma segurança, pois ajuda a ter o nosso estoque abastecido. Sei que todos que vieram serão mutiplicadores dessa causa, vão incentivar outras pessoas a doar. Estamos no Junho Vermelho e agradecemos à Unimed por fortalecer esta parceria, trazendo cada vez mais pessoas para doar", ressalta a assistente social do Hemose, Roseli Dantas.
Colaboradores unimed.png

Na ocasião o assistente administrativo, André Luiz Cardoso da Silva, realizou o cadastro de doador de medula óssea. O processo é feito no HEMOSE e o doador preenche uma série de documentos autorizando o ato de amor e coragem em favor da vida. Após cadastro e triagem com a equipe de enfermagem, André doou sangue pela primeira vez e também coletou uma amostra de 10ml para análise e qualificação, para conferir se está tudo regular para doação de medula. 

"Confesso que estava um pouco nervoso, mas acredito na causa, pois sei que cada gotinha de sangue de cada doador faz a diferença na vida de muitas pessoas. Assim, como foi na vida da minha mãe que é paciente oncológica e recebeu sangue durante o tratamento de erradicação da doença", revela o colaborador.

A técnica de enfermagem do Serviço de Atendimento Domiciliar da Unimed (SAD), Cláudia Regina Barreto também foi uma das doadoras do dia e confessa que se sentiu realizada com o ato. "Achei essa iniciativa da Unimed em trazer os colaboradores para doar sangue muito legal. Sempre tive vontade de doar, mas na correria do dia  dia, acabava não tendo tempo. Sei que é importante porque muitas vidas precisam disso e, para mim,  foi um prazer doar. Seria muito interessante se todos pensassem assim. É algo que não dói, não leva muito tempo e é tudo muito organizado", conta Cláudia.