UNIMED - Sergipe
27/11/2023

Novembro Azul: conheça os principais tratamentos para o câncer de próstata

Novembro-azul-como-previnir-o-cancer-de-prostata.jpg

O câncer de próstata é muitas vezes assintomático em estágios iniciais, tornando essencial a realização de exames de rotina para um diagnóstico precoce. As chances de remissão do tumor estão diretamente ligadas ao estágio da doença no momento do diagnóstico.
 
Neste Novembro Azul, mês dedicado à conscientização sobre o câncer de próstata, a mensagem do Dr. Lélio Azevedo, urologista cooperado da Unimed Sergipe é clara: "o diagnóstico precoce é a maior chance de cura. Se o tumor for tratado na fase em que está localizado na próstata, sem extensão, as chances de cura são excelentes", ressalta.
Dr Lélio Azevedo.png

O urologista destaca que a prevenção não está relacionada a evitar o aparecimento da doença, mas sim a proporcionar um diagnóstico precoce. "A grande diferença está na hora de diagnosticar, por isso a necessidade dos exames de rotina. O Novembro Azul serve de alerta aos homens para realizar seus exames e não deve ser restrito apenas a novembro. Deve-se escolher o mês que preferir, mas não deixar de realizar os exames recomendados", acrescenta o especialista.
 
Principais tratamentos
 
Após o diagnóstico do câncer de próstata, a decisão sobre a abordagem de tratamento torna-se crucial, pois existem diferentes variações da doença, algumas mais agressivas e outras menos, com comportamento biológico variando de acordo com a faixa etária do paciente. A biópsia desempenha um papel fundamental nesse processo, classificando o tumor com base em seu grau de agressividade e orientando a escolha do tratamento mais adequado.
 
“Tumores menos agressivos em pacientes mais idosos podem ser tratados sem cirurgia, recorrendo a modalidades como radioterapia e bloqueio hormonal, enquanto alguns pacientes podem ser incluídos em protocolos de vigilância ativa, adiando o início do tratamento. Para pacientes abaixo dos 70 anos, especialmente aqueles com tumores mais agressivos, a indicação preferencial é a cirurgia, conhecida como prostatectomia”, detalha o Dr. Lélio.
 
A individualização do tratamento, considerando fatores como idade e agressividade do tumor, destaca a importância de uma abordagem personalizada no enfrentamento do câncer de próstata, por isso a importância do acompanhamento com um especialista, para avaliar o quadro do paciente a fim de definir o melhor protocolo a ser seguido.
 
O Dr. Lélio salienta que os tratamentos mais avançados disponíveis hoje para o tratamento do câncer de próstata são oferecidos pela Unimed Sergipe. O Centro de Infusão e Oncologia, aliado ao Hospital Unimed e com o suporte do Centro de Diagnóstico garantem todo o suporte para diagnóstico e tratamento do câncer de próstata e outras doenças na rede própria.